Toda a verdade sobre a recuperação pós-parto

15 setembro, 2017


Não há duas gravidezes iguais, duas barrigas iguais, duas recuperações pós-parto iguais! Não me venham dizer que depois do bebé ficamos todas gordas e flácidas e que se isso não acontecer é porque tivemos sorte com a genética, porque não é verdade. Porque é que nos fazem acreditar que as mulheres reais são as que depois do parto ficam com estrias na barriga e não emagrecem? Eu não tenho estrias na barriga mas o meu corpo também mudou e eu sou real. As minhas pernas estão mais magras do que aquilo que eram antes de engravidar, a barriga encolheu e as calças de ganga agora estão largas porque a massa muscular foi toda à vida. Todas temos as nossas lutas e o facto de parecer que fiquei “ótima” depois do parto, como oiço todos os dias, não quer dizer que seja assim que me sinta.  Durante anos sempre quis ter mais músculo para deixar de ser trinca-espinhas e agora sinto que essa luta está um bocadinho perdida, mas nada temo. Sei que todos os nutrientes do que como estão a ser direcionados para o leite que vai fazer o meu bebé crescer forte e saudável. Isto tudo para dizer que, gordas ou magras, todas as mulheres ganham um corpo diferente após o parto e que com tempo, alimentação correta e exercício físico esse corpo pode ser o que nós quisermos. Acredito mesmo que sim.

Ainda não comecei a usar cinta porque tive medo de influenciar o reposicionamento dos orgãos mas agora que o útero já está no sítio acho que vou começar a usar. Pelo menos a cinta relembra-nos que temos de adotar uma postura corporal correta e obriga-nos a encolher o abdominal e isso mal não faz.

Quanto à prática desportiva, só devemos começar a fazer exercício à séria 6 semanas após o parto e isto se não tivermos indicação médica em contrário. Até lá, há alguns exercícios que podemos e até devemos por em prática e que eu tenho tentado fazer entre mamadas. Aqui estão eles:

Conseguir andar meia-hora que seja é difícil para mim porque ainda não saio muito de casa mas, a estes, junto sempre que posso exercícios na bola de pilates e abdominais hipopressivos que ajudam na recuperação abdominal.

 

Ler também: Esse pecado que é ser magra